Beleza Receitas Maquiagem Vídeos Look do dia Viagens Diversos

domingo, 28 de junho de 2015

Reforçando a Idéia da Direção Consciente.

Oi gente, tudo bem? Hoje eu trouxe uma história que ao ler me emocionei e me fez refletir, resolvi compartilhar com vocês.  Verdadeira ou não, acho o momento propício para estimular a reflexão sobre a mistura fatal álcool + direção.
Vamos lembrar deste texto a cada copo de bebida alcoólica que ingerirmos para que na hora de voltar pra casa nos lembremos também de não pegar a direção do carro. É um texto forte mas que não pode deixar de ser lido.


Vejam que história triste:

Eu fui para uma festa e me lembrei do que você me disse. Você me pediu para não beber álcool. Então, eu bebi uma Sprite. Senti orgulho de mim mesmo, como você disse que sente.
Você me disse que não deve beber e dirigir, ao contrário do que alguns amigos me disseram. Fiz uma escolha saudável e seu conselho foi correto, como tudo que você me dá sempre.


Quando a festa finalmente acabou, as pessoas começaram a dirigir sem poder fazê-lo. Fui para o meu carro com a certeza de que iria voltar para casa em paz.
Nunca imaginei o que me esperava. Agora estou deitada na rua e ouvi o policial dizer: "O rapaz que causou este acidente estava bêbado".
Mãe, sua voz parece tão distante. Meu sangue é derramado em toda parte eu estou tentando com todas as minhas forças não pode lamentar.
Eu posso ouvir. Os médicos dizem: "A garota vai morrer". Tenho a certeza de que o jovem, que dirigia a toda velocidade, decidiu beber e dirigir, e agora eu tenho que morrer.
Por que as pessoas fazem isso, mãe?. Sabendo que isto vai arruinar muitas vidas. A dor está me cortando como se fosse uma centena de facas.
Diga a minha irmã para não chorar, diz ao papai pra ser forte. E quando eu ir para o céu, eu vou estar assistindo todos vocês.
Alguém deveria ter dito aquele garoto. “É errado beber e dirigir”.
Talvez, se seus pais tivessem dito, eu não estaria morrendo agora.
Minha respiração está ficando mais fraca, mais e mais. Mãe, estes são os meus últimos momentos e me sinto tão desesperada...
Eu gostaria de poder te abraçar, enquanto eu estou morrendo aqui. Eu gostaria de poder dizer o quanto eu te amo, MÃE. Então ... 
Eu te amo... e. ..adeus ... "
(Estas palavras foram escritas por um repórter que presenciou o acidente. A menina, como ela morreu. Ela estava dizendo essas palavras, e o repórter escreveu ...)


Espero que tenham gostado, A proveitem para curtir a Fanpage e seguir no G+ para ficar por dentro das novidades. Deixe o seu comentário vou adorar saber a sua opinião. 
Beijos

4 comentários:

  1. Renata excelente post, todos tem que ter a consciência que bebida e direção não combina,Renata beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, verdade! As pessoas precisam saber a importância dos seus atos, que tudo tras uma consequência.
    Amei o post
    Beijos!
    Gisa
    www.oxentecoisinha.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa... emocionantes mesmoooooooooo! BjusLuz
    www.blogdakassinhagomes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu conheço o texto que você compartilhou, é muito forte. Acho que punição mais severa para quem infringe as leis de transito colocando sua vida em risco e a dos outros sempre vale, infelizmente nem todos são alcançados pela justiça da forma que deveriam. Sou professora e quando lecionava, via o quanto nossas crianças conscientizadas podem ajudar a mudar o comportamento de seus pais, por exemplo. Acho que são açoes e medidas conjuntas que fariam a diferença. Muito importante seu post, Renata.
    Beijo grande, querida!
    AlE | CFB |www.divatododia.com.br

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada por ler o meu blog e obrigada também por comentar meus posts.
Seja muito bem vindo!(a)
Os comentários aqui do blog é moderado, e serão liberados e respondido conforme o meu tempo e disponibilidade permitirem.
Comentários sem relação alguma com o post não serão liberados e nem respondidos. Para parcerias, pedidos ou outras informações use o formulário de contato.

Ficarei feliz com o seu comentário, Obrigada!

Volte sempre!